Loading...

domingo, 5 de junho de 2016

Interpretação de Alexandria, música de Tiago Iorc - Como ler e interpretar letras

Interpretação de Alexandria, música de Tiago Iorc - Como ler e interpretar letras


video

(Para análise completa, acesse: https://youtu.be/K2Gya41muwM)

Para inscrever-se no canal, clique em: www.youtube.com/digitalismo1?sub_confirmation=1

Alexandria, do Tiago Iorc e do Humberto Gessinger, é a música que hoje recebe nossa interpretação de texto. Curta nossa página no FACEBOOK: https://www.facebook.com/canaldigitalismo
Adquira já o e-book de Fernando Sales: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-765214190-e-book-de-poesia-poemas-para-o-coveiro-de-fernando-sales-_JM
Quadro: Como ler (e interpretar letras de música), desenvolvido por nosso canal de arte e cultura, o Digitalismo.
Tiago Iorc, um dos ícones da nova geração de músicos brasileiros, compôs Alexandria juntamente com Humberto Gessinger.

Link para você divulgar esse vídeo: https://youtu.be/K2Gya41muwM
Link para a análise de Humberto Gessinger: https://www.youtube.com/watch?v=gt-I6SjFkiI

Título: Interpretação de Alexandria, música de Tiago Iorc - Como ler e interpretar letras

Ôh-oh-oh-oh-oh
Ôh-oh-oh-oh-oh
Ôh-oh-oh-oh-oh
Ôh-oh-oh-oh-oh

Não tira a razão de quem não tem razão
Não ponha a mão no fogo pois é verão
Não dou razão a quem perde a razão
Presta atenção

Então, vá procurar
O que caiu da mão
Refazer sozinho o caminho
Olhando pro chão

Gente demais, com tempo demais
Falando demais, alto demais
Vamos atrás de um pouco de paz
Aqui tem gente

Não vi solução na mão da contramão
Brincando com o fogo pela atenção
Perdi a razão com quem me deu razão
Presta atenção

Então, vá procurar
O que caiu da mão
Refazer sozinho o caminho
Olhando pro chão

Gente demais, com tempo demais
Falando demais, alto demais
Vamos lá atrás de um pouco de paz (x2)

A gente queima todo dia
Mil bibliotecas de Alexandria
A gente teima antes temia
Já não sabe o que sabia

Gente demais, com tempo demais
Falando demais

Gente demais, com tempo demais
Falando demais, alto demais
Vamos atrás de um pouco de paz (x2)
Aqui tem gente

Link: https://www.vagalume.com.br/tiago-iorc/alexandria.html

Digitalismo fala sempre sobre como ler e como interpretar poemas e letras de música. Acompanhe!

(Para análise completa, acesse: https://youtu.be/K2Gya41muwM)

Para inscrever-se no canal, clique em: www.youtube.com/digitalismo1?sub_confirmation=1

Neste vídeo, você encontra palavras-chave como: alexandria, tiago iorc, interpretar, interpretação de texto, tiago, iorc, ler, música, musicas do tiago iorc, arte, cultura, digitalismo, Fernando Sales

Digitalismo, seu canal de arte e cultura no Youtube. Curta, comente, compartilhe, passe adiante, INSCREVA-SE no Canal Digitalismo!

Siga-nos no INSTAGRAM:
www.instagram.com/canaldigitalismo/

Conheça também o BLOGUE:
www.movimentodigitalista.blogspot.com

Quer ajudar nosso canal? Clique no link abaixo:
www.patreon.com/digitalismo

Digitalismo é arte e cultura no Youtube!
(Para análise completa, acesse: https://youtu.be/K2Gya41muwM)

Para inscrever-se no canal, clique em: www.youtube.com/digitalismo1?sub_confirmation=1

domingo, 29 de maio de 2016

Interpretação de O mundo é bão, Sebastião, do Nando Reis - Como ler letras

Interpretação de O mundo é bão, Sebastião, do Nando Reis - Como ler letras

video
(Para análise completa, acesse: https://youtu.be/K2Gya41muwM)

Para inscrever-se no canal, clique em: www.youtube.com/digitalismo1?sub_confirmation=1

Interpretação de O mundo é bão, Sebastião, do Nando Reis- Como ler letras. Essa é a música que hoje recebe nossa interpretação de texto. Adquira já por R$5,00 o e-book "Poemas para o coveiro", de Fernando Sales:
http://produto.mercadolivre.com.br/ML...
Quadro: Como ler (e interpretar letras de música), desenvolvido por nosso canal de arte e cultura, o Digitalismo. 
Nando Reis é um dos maiores compositores da atualidade, no Brasil.

Título: Interpretação de O mundo é bão, Sebastião, do Nando Reis- Como ler letras

Link para você divulgar este vídeo: https://youtu.be/K2Gya41muwM 

O Mundo É Bão Sebastião

Por que o Sol saiu
Por que seu dente caiu
Por que essa flor se abriu
Por que iremos viajar no verão
Por que aqui o mundo não será cão

Quando o Godzilla atacar
Quando essa febre baixar
Quando o mamute voltar
Descongelado, a caminhar na Sibéria
Quando invento, o mundo é feito de ideias

O mundo é bão, Sebastião
O mundo é bão, Sebastião
O mundo é bão, Sebastião
O mundo é teu, Sebastião
Ã, ão!

Como escrever certo o seu nome
Como comer se der fome
Como sonhar pra quem dorme

E deixa o cansaço acalmar lá em casa
Como soltar o mundo inteiro com asas

Tiranossauro Rex tião
E dentro dos seus olhos virão
Monstros imaginários ou não

Tão forte somos todos os Infernais
E agora eu vivo em paz...

O mundo é bão, Sebastião
O mundo é bão, Sebastião
O mundo é bão, Sebastião
O mundo é teu, Sebastião

Link: https://www.vagalume.com.br/nando-rei...

Digitalismo fala sempre sobre como ler e como interpretar poemas e letras de música. Acompanhe!

Para inscrever-se no canal, clique em: www.youtube.com/digitalismo1?sub_confirmation=1

Neste vídeo, você encontra palavras-chave como: o mundo é bão, sebastião, nando reis, interpretar, sebastião, letras, nando reis letras, ler, interpretação de texto, musicas nando reis, música, digitalismo, arte, cultura, fernando sales

Digitalismo, seu canal de arte e cultura no Youtube. Curta, comente, compartilhe, passe adiante, INSCREVA-SE no Canal Digitalismo!

Siga-nos no INSTAGRAM:
www.instagram.com/canaldigitalismo/

Curta nossa página no FACEBOOK para saber das novidades e acompanhar poemas, músicas, dicas culturais e muito mais!
https://www.facebook.com/canaldigital...

Conheça também o BLOGUE:
www.movimentodigitalista.blogspot.com

Quer ajudar nosso canal? Clique no link abaixo:
www.patreon.com/digitalismo

Digitalismo é arte e cultura no Youtube!

Para inscrever-se no canal, clique em: www.youtube.com/digitalismo1?sub_confirmation=1


segunda-feira, 23 de maio de 2016

Ela só quer paz, música do Projota - Como ler e interpretar letras de música - Rap e hip hop

Ela só quer paz, música do Projota - Como ler e interpretar letras de música - Rap e hip hop




Ela só quer paz, do Projota, é a música que hoje recebe nossa interpretação de texto. Adquira já o e-book "Poemas para o coveiro", de Fernando Sales:
http://produto.mercadolivre.com.br/ML...
Quadro: Como ler (e interpretar letras de música), desenvolvido por nosso canal de arte e cultura, o Digitalismo. 
Projota um cantor de rap, ícone do hip hop brasileiro.

Link para você divulgar esse vídeo: https://youtu.be/LWEfbPpAB-Q

Título: Ela só quer paz, música do Projota - Como ler e interpretar letras de música - Interpretação de texto

Ela só quer paz

Ela é um filme de ação com vários finais
Ela é política aplicada em conversas banais
Se ela tiver muito a fim, seja perspicaz
Ela nunca vai deixar claro, então entenda sinais

É o paraíso, suas curvas são cartões postais
Não tem juízo, ou se já teve, hoje não tem mais
Ela é o barco mais bolado que aportou no seu cais
As outras falam, falam, ela chega e faz

Ela não cansa, não cansa, não cansa jamais
Ela dança, dança, dança demais
Ela já acreditou no amor, mas não sabe mais
Ela é um disco do Nirvana de 20 anos atrás

Não quer cinco minutos no seu banco de trás
Só quer um jeans rasgado e uns quarenta reais
Ela é uma letra do Caetano com "flow" do Racionais
Hoje pode até chover, porque ela só quer paz

Hoje ela só quer paz
Hoje ela só quer paz
Hoje ela só quer paz
Hoje ela só quer 

Notícias boas pra se ler nos jornais
Amores reais, amizades leais
Ela entende de flores, ama os animais
Coisas simples pra ela são as coisas principais

Sem cantada, ela prefere os originais
Conheceu caras legais, mas nunca sensacionais
Ela não é as suas nega rapaz
Pagar bebida é fácil, difícil é apresentar pros pais

Ela vai te enlouquecer pra ver do que é capaz
Vai fazer você sentir inveja de outros casais
E você vai ver que as outras eram todas iguais
Vai querer comprar um sítio lá em Minas Gerais

Essa mina é uma daquelas fenomenais
Vitamina, é proteína e sais minerais
Ela é a vida, após a vida
Despedida pros seus dias mais normais
Pra que mais?

Ela não cansa, não cansa, não cansa jamais
Ela dança, dança, dança demais
Ela já acreditou no amor, mas não sabe mais
Ela é um disco do Nirvana de 20 anos atrás

Não quer cinco minutos no seu banco de trás
Só quer um jeans rasgado e uns quarenta reais
Ela é uma letra do Caetano com "flow" do Racionais
Hoje pode até chover, porque ela só quer paz

Hoje ela só quer paz
Hoje ela só quer paz
Hoje ela só quer paz

Link: https://www.vagalume.com.br/projota/e...

Digitalismo fala sempre sobre como ler e como interpretar poemas e letras de música. Acompanhe!

Neste vídeo, você encontra palavras-chave como: ela só quer paz, projota, ler, interpretar, interpretação de texto, rap, hip hop, música, musicas do projota, musicas projota, projota músicas, projota musicas, músicas do projota, musica projota

Digitalismo, seu canal de arte e cultura no Youtube. Curta, comente, compartilhe, passe adiante, INSCREVA-SE no Canal Digitalismo!

Siga-nos no INSTAGRAM:
www.instagram.com/canaldigitalismo/

Curta nossa página no FACEBOOK para saber das novidades e acompanhar poemas, músicas, dicas culturais e muito mais!
https://www.facebook.com/canaldigital...

Conheça também o BLOGUE:
www.movimentodigitalista.blogspot.com

Quer ajudar nosso canal? Clique no link abaixo:
www.patreon.com/digitalismo

Digitalismo é arte e cultura no Youtube!

domingo, 15 de maio de 2016

Como fazer um soneto - O que são sonetos? - Como fazer poesia

Como fazer um soneto - O que são sonetos? - (Como Fazer Poesia 4)

Link para o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=c2GEZdzzxTY
Inscreva-se: www.youtube.com/digitalismo1?sub_confirmation=1


Como fazer um soneto? O que são sonetos? Neste Como Fazer Poesia respondemos a essas e a outras perguntas.
Compre um e-book que lhe ensinará a escrever textos literários, ajudando-nos e a si próprio:
http://hotmart.net.br/show.html?a=B43...

COMO FAZER UM SONETO – O QUE SÃO SONETOS?

- Oi, digitais, eu sou Fernando Sales e está começando mais um Como fazer poesia, hoje sobre Como fazer um soneto e o que são sonetos.
(entra a abertura)
Este é o quarto vídeo que fazemos sobre Como fazer poesia. Se você ainda não viu os outros, vou deixar os links na descrição. Se você não se inscreveu em nosso canal, tá mais que na hora. Não se esqueça! E vamos lá...

1° - Sonetos são poemas formados em uma estrutura fixa formada por 14 versos. A divisão de versos mais famosa e tradicional desses versos é a italiana, que tem dois quartetos e dois tercetos. São chamados de quartetos as estrofes com 4 versos. São chamados de tercetos as estrofes com 3 versos.

Exemplo de soneto na forma italiana:
Soneto de Álvares de Azevedo

Pálida à luz da lâmpada sombria,
Sobre o leito de flores reclinada,                                                                                                    QUARTETO
Como a lua por noite embalsamada,
Entre as nuvens do amor ela dormia!

Era a virgem do mar, na escuma fria
Pela maré das águas embalada!
Era um anjo entre nuvens d'alvorada                                                                                            QUARTETO
Que em sonhos se banhava e se esquecia!

Era a mais bela! Seio palpitando...
Negros olhos as pálpebras abrindo...                                                                                             TERCETO
Formas nuas no leito resvalando...

Não te rias de mim, meu anjo lindo!
Por ti - as noites eu velei chorando,                                                                                               TERCETO
Por ti - nos sonhos morrerei sorrindo!
2° - Os sonetos costumam ser compostos com 10 ou 12 sílabas poéticas. Os de 10 são chamados decassílabos. Ou de 12, de alexandrinos.

Exemplo de soneto decassílabo com um verso escandido:
Soneto de Álvares de Azevedo

Pá / li / da à / luz / da / lâm / pa / da / som / bri / a,
1    2     3        4       5      6       7      8       9        10
Sobre o leito de flores reclinada,                                                                                                    QUARTETO
Como a lua por noite embalsamada,
Entre as nuvens do amor ela dormia!

Era a virgem do mar, na escuma fria
Pela maré das águas embalada!
Era um anjo entre nuvens d'alvorada                                                                                            QUARTETO
Que em sonhos se banhava e se esquecia!

Era a mais bela! Seio palpitando...
Negros olhos as pálpebras abrindo...                                                                                             TERCETO
Formas nuas no leito resvalando...

Não te rias de mim, meu anjo lindo!
Por ti - as noites eu velei chorando,                                                                                               TERCETO
Por ti - nos sonhos morrerei sorrindo!

Exemplo de soneto alexandrino com um verso escandido:
Essa que eu hei de amar… - Guilherme de Almeida

E / ssa / que eu / hei / de a / mar / per / di / da / men / te um / di / a
1    2       3            4        5          6        7       8    9      10      11          12
será tão loura, e clara, e vagarosa, e bela,
que eu pensarei que é o sol que vem, pela janela,
trazer luz e calor a essa alma escura e fria.

E quando ela passar, tudo o que eu não sentia
da vida há de acordar no coração, que vela…
E ela irá como o sol, e eu irei atrás dela
como sombra feliz… — Tudo isso eu me dizia,

quando alguém me chamou. Olhei: um vulto louro,
e claro, e vagaroso, e belo, na luz de ouro
do poente, me dizia adeus, como um sol triste…

E falou-me de longe: "Eu passei a teu lado,
mas ias tão perdido em teu sonho dourado,
meu pobre sonhador, que nem sequer me viste!"

3° - Os dois tipos de ritmos mais comuns em decassílabos são os heroicos e os sáficos. Os heroicos são os que têm a 6ª e a 10ª sílabas como tônicas. Os sáficos são os que tem a 4ª, a 8ª e a 10ª. Quanto aos alexandrinos, há muitas variações e deixamos um link como sugestão aqui e na descrição:
http://www.recantodasletras.com.br/teorialiteraria/780316

Exemplos de versos heroicos retirados do Soneto de Fidelidade, de Vinícius de Moraes:
Soneto de Fidelidade - Vinicius de Moraes

De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
                                6                    10
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

Exemplos de versos sáficos retirados de um soneto de Olavo Bilac:

Via Láctea – Soneto XIX

                      Sai a passeio, mal o dia nasce,
                      Bela, nas simples roupas vaporosas;
                      E mostra às rosas do jardim as rosas
                      Frescas e puras que possui na face.
                                       4                       8           10          
                      Passa. E todo o jardim, por que ela passe,
                      Atavia-se. Há falas misteriosas
                      Pelas moitas, saudando-a respeitosas...
                      É como se uma sílfide passasse!

                      E a luz cerca-a, beijando-a. O vento é um choro
                      Curvam-se as flores trêmulas ... O bando
                      Das aves todas vem saudá-la em coro ..

                      E ela vai, dando ao sol o rosto brando.
                      Às aves dando o olhar, ao vento o louro
                      Cabelo, e às flores os sorrisos dando...
4° - Os sonetos tradicionais costumam seguir a um esquema de rimas. Há vários deles e vocês podem encontrar facilmente em livros, na internet ou me perguntar nos comentários. Hoje, no entanto, nada obriga a que se siga um esquema de rimas em um soneto ou mesmo que haja rimas. Não é a rima nem é a métrica que fazem a qualidade do poema. Em todo caso, segue um exemplo em que há rimas cruzadas:
Nel mezzo del camin – Olavo Bilac

“Cheguei, chegaste. Vinhas fatigada A
E triste, e triste e fatigado eu vinha;                 B
Tinhas a alma de sonhos povoada                   A
E a alma de sonhos povoada eu tinha.”           B

E paramos de súbito na estrada                       A
Da vida: longos anos, presa à minha                B
A tua mão, a vista deslumbrada                        A
Tive da luz que teu olhar continha.                  B

Hoje segues de novo... Na partida                    C
Nem o pranto os teus olhos umedece,            D
Nem te comove a dor da despedida.               C
               
E eu, solitário, volto a face, e tremo,                E
Vendo o teu vulto que desaparece                  D
Na extrema curva do caminho extremo.         E

5° - O soneto é uma forma poética, não é um conteúdo. O fato de se escrever um soneto não significa que imediatamente será um bom poema. Significa apenas que está dentro de um molde, de uma forma muito tradicional. Um soneto sem conteúdo é como uma forma de bolo sem bolo, é uma casca vazia. Para preencher um soneto com poesia, com mágica, veja nossos outros vídeos sobre Como fazer poesia.

- É uma satisfação saber que há tanta gente interessada em fazer poesia. Quer tirar alguma dúvida ou ver mais vídeos sobre Como fazer poesia? Peça nos comentários! Já viu os anteriores? Procure na descrição!
- Mando um salve para...Robson Oliveira e Macley Moura, que nos enviaram belíssimos poemas.
Gostou do nosso vídeo?
- Então não se escreva de se inscrever, de curtir, comentar, compartilhar e favoritar.
- Até o próximo domingo! Forte abraço!

Palavras-chave: soneto, como fazer, o que é, sonetos, como fazer sonetos, o que é um soneto, o que são, poema, poesia, poemas, poesias, como fazer poesia, como fazer um poema, como escrever, fazer um poema, digitalismo, fernando sales

Link para você divulgar este vídeo (copie e cole):
https://youtu.be/c2GEZdzzxTY
Vídeos indicados:
Como fazer poesia 1: https://www.youtube.com/watch?v=Miey6...
Como fazer poesia 2: https://www.youtube.com/watch?v=KvnqW...
Como fazer poesia 3 (Como separar sílabas métricas): https://www.youtube.com/watch?v=Qc81E...
Saiba mais sobre alexandrinos: http://www.recantodasletras.com.br/te...
Digitalismo, seu canal de arte e cultura no Youtube. Curta, comente, compartilhe, passe adiante, INSCREVA-SE no Canal Digitalismo!

Siga-nos no INSTAGRAM:
www.instagram.com/canaldigitalismo/

Curta nossa página no FACEBOOK para saber das novidades e acompanhar poemas, músicas, dicas culturais e muito mais!
https://www.facebook.com/canaldigital...

Conheça também o BLOGUE:
www.movimentodigitalista.blogspot.com

Quer ajudar nosso canal? Clique no link abaixo:
www.patreon.com/digitalismo

Digitalismo é arte e cultura no Youtube!