Loading...

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Você conheceu o Titiquismo?

Estilo liderado por Úmero Card'Osso, o Titiquismo teve grande força na primeira década dos anos 2000. Essa é a capa da antologia titiquista. Segue também um texto de Úmero:




"PARTE XIX
incidente com os jornalistas
no lupanar


Chegaram.
O Davre Lion, excelente prostíbulo no centro comercial de Boça, na Ingualânia, estava ali, imenso, aberto, perpétuo, cumprindo o seu papel utópico.
Duforxau e Mosepeus entraram.
Subiram as escadas, meteram-se pelos corredores do labirinto erotenso.
Um tumulto sem precedentes destrambelhou-se no atulhado pornoprédio. Jornalistas acavalavam-se na escada, arrolhando a passagem, depois nos corredores iniciais, depois em tudo.
Além dessa maldita praga teleconfusa, pessoas várias, fãs, otários, políticos e mendigos, desconhecidos e amigos, seguiam Duforxau aonde quer que fosse, e diante da notícia de seu paradeiro, a grande massa engrossou-se por inteiro.
Tamanho empelotamento indômito começou a sufocar os menos pleuropotentes.
Tamanha empurração começou a enervar os menos neurodormentes.
Repórteres famosos morreram pisoteados.
Os jornais da Ingualânia protestaram com reportagens nitidamente hipoprofissionais, com extensas coberturas tele-empirraçadas, infovingativas, eivadas de vício informativo – como quando morreu Tim Lopes, no Brasil, cujo canal central de televisão, bobo, exacerba focos microcósmicos de informação, pois muitos morrem todos os dias e ninguém se importa".


O fragmento pertence ao livro Mundo Obtuso.